Ir direto para menu de acessibilidade.
Página inicial > Últimas Notícias > O que fazer? Conselho Regional de Psicologia do DF lança cartilha sobre suicídio e automutilação

banner sintomas coronavirus 1banner sintomas coronavirus 2banner sintomas coronavirus 3 
peticaoCNS v2

Início do conteúdo da página

O que fazer? Conselho Regional de Psicologia do DF lança cartilha sobre suicídio e automutilação

  • Publicado: Terça, 15 de Setembro de 2020, 14h05
  • Última atualização em Terça, 15 de Setembro de 2020, 14h20
imagem sem descrição.

O documento traz orientações para a atuação profissional frente a situações de suicídio e automutilação

No mês de prevenção ao suicídio, alertado com mais ênfase por diversas entidades e gestões públicas ao longo de setembro, o Conselho Regional de Psicologia do Distrito Federal (DF) lançou uma cartilha intitulada de “Orientações para a atuação profissional frente a situações de suicídio e automutilação”. O objetivo é guiar trabalhadores da área da Psicologia para que saibam lidar com a situação.

O documento foi elaborado a partir de debates na Comissão Especial de Psicologia na Saúde, que criou um grupo de trabalho (GT) composto por profissionais e especialistas da área. Todos eles se debruçaram sobre a temática no esforço de sistematizar e compartilhar suas experiências e conhecimentos para lidar com os desafios impostos por estas situações.

O documento orienta a atuação profissional frente a demandas de prevenção, cuidado e notificação de situações que envolvam risco de autoextermínio, com base nos preceitos éticos e técnicos da profissão e nas normativas vigentes. As orientações também lançam luz sobre aspectos relacionados ao cuidado das pessoas: o que a Psicologia pode fazer e o papel dos serviços e da sociedade.

Leia a cartilha na íntegra

Procure ajuda

Se você precisa de acolhimento, pode ligar gratuitamente para os números 141 ou 188, do Centro de Valorização da Vida. O atendimento é 24h e conta com profissionais capacitados, sem qualquer tipo de julgamento ou preconceito, para acolher pessoas em situação de vulnerabilidade psicológica.

Ascom CNS

 

 
registrado em:
Fim do conteúdo da página